Ocupa UFSJ: O que temos a ver com isso?

alunos4

Colchões, barracas, movimentação constante. O corredor entre a Reitoria e a Assessoria de Comunicação da UFSJ tornou-se desde ontem, 24, o centro de reunião dos alunos que militam contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241. A Emenda prevê, em nome de um ajuste fiscal, o congelamento de investimentos governamentais em áreas como Educação e Saúde, o que pode significar piora no quadro de serviços públicos essenciais pelas próximas duas décadas.

A iniciativa de ocupação dos estudantes deu-se pouco depois da assembleia dos técnicos administrativos, que aprovaram greve por tempo determinado a partir desta segunda-feira, 24, até a votação da PEC em segundo turno, no Senado. A decisão dos professores, por enquanto, foi o indicativo de greve a partir do dia 9 de novembro.

O movimento dos alunos, “Ocupa UFSJ” se distribui pelas salas que hoje estão divididas entre funcionários que não entraram em greve e estudantes, organizados em cinco grupos de trabalho (GTs): Segurança, Estrutura, Saúde, Planejamento e Comunicação. O número de estudantes alojados cresce a cada dia. A mobilização vai além da votação da PEC, incluindo pautas como a reforma no ensino médio, o corte nas bolsas do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e pautas locais, além do apoio a todas as ocupações estudantis que se espalham com força pelo país.

A tarefa de realizar o diálogo entre tantas vertentes fica a cargo do GT de Comunicação. Cerca de 10 membros entre eles, estudantes de Comunicação e outros cursos da UFSJ, buscam realizar um trabalho didático. A Assessoria de Comunicação do Ocupa UFSJ criou uma pagina no facebook  para divulgar notícias e dar transparência a todo o processo, ressaltando que todas as demandas estão sendo discutidas em assembleia. “Se a gente quer uma democracia nacional a gente tem que começar a democracia dentro da ocupação”, explica a Assessoria.

Promovendo diálogos

Várias atividades lúdicas e artísticas têm acontecido no pátio do campus Santo Antônio ao longo do dia. Os eventos são abertos à participação de estudantes e à comunidade e são bem-vindos todos os que ainda têm dúvidas sobre a PEC ou sobre a ocupação. De acordo com a Assessoria de Comunicação do movimento, o tema tem sido tratado na mídia com um direcionamento e a intenção das mídias alternativas é mostrar outros ângulos, esclarecer e de certa forma “traduzir” para o público o conteúdo da PEC.

A vivência na ocupação e em suas atividades proporciona, ainda, a estudantes, professores, técnicos e comunidade um exercício conjunto de cidadania, em prol de um bem coletivo. Para além do posicionamento político-partidário, o momento pede diálogo e esclarecimento, demandas nas quais o comunicador tem importância vital.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Texto: Dani da Gama

Revisão: Julia Benatti

Imagens cedidas pelo Ocupa UFSJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: